NOTÍCIAS

Nicolas Rosner quer cozinhar vitória em Sintra

nrosner 

 

Nicolas Rosner faz com Renato Paço a dupla de wildcards representantes da Praia Grande no Sintra Portugal Pro 2013.

 

Filho de mãe alemã, pai norte-americano mas nascido em Portugal, este bodyboarder de 27 anos é um poster para a globalização, o que explica a mentalidade aberta à exploração de novos horizontes geográficos e também se reflecte, até, na maneira criativa (e explosiva) como surfa.

 

"Comecei a surfar no Magoito e depois acabei por começar a surfar ais na Praia Grande pela qualidade das ondas", explica.

 

A sede de viajar e o passaporte norte-americano permitiram-lhe passar alguns meses este ano no Havai, a trabalhar como cozinheiro e a aproveitar para surfar as excelentes ondas daquee arquipélago dos EUA.

 

"Fartei-me de trabalhar, pelo que surfava quando tinha tempo disponível. Depois, aproveitei o dinheiro que amealhei lá e fui viajar durante um par de meses para a Indonésia."

 

Viagens e boas ondas a pensar na água fria da praia Grande...

 

"O objectivo era treinar para esta prova. O Mundial é sempre um ponto alto da minha temporada e tenho sempre muita vontade de surfar nesta prova", admite Rosner, que se estreou no Sintra Portugal Pro em 2002, com 14 anos, e já conseguiu chegar às meias-finais da prova, em 2005.

 

O ano passado, Rosner chegou à terceira ronda do main event do Grand Slam, a par de Miguel Adão, o que, aliado a uma boa prestação no Nacional que se realizou na Praia Grande no passado fim-de-semana (chegou às meias-finais e foi premiado com a melhor manobra do campeonato [na foto], lhe abre boas perspectivas.

photo

"O nível é muito alto e o facto de ser uma prova do circuito de qualificação, com muitos atletas esfomeados por pontos que lhes permitam chegar à Grand Slam Series. Mas vou tentar fazer até melhor que o ano pasado. Estou confiante e com vontade de ir o mais longe possível!"