NOTÍCIAS

Campeão de 2013 Lucas Nogueira volta ao "local do crime"

ai foi1 

 

(Foto: Thiago Muniz)

 

Desde 2002 que Lucas Nogueira vem ao Sintra Portugal Pro e cotou-se sempre como um
competidor imprevisível, dono de um estilo atlético e acrobático, tipicamente brasileiro. E,
finalmente, o ano passado, conseguiu o que perseguia: o triunfo na final frente a um dos
seus bodyboarders favoritos, o campeão mundial de 2011, o francês Pierre Louis Costes,
num desfecho dramático em que Lucas virou o resultado do heat com um 9,4 na últaima
onda.


"Um dos momentos mais importantes da minha carreira", confessa o atleta brasileiro,
para quem o Sintra Portugal Pro representa uma etapa muito bem-vinda no Circuito
Mundial:

 

"É um evento muito importante pela tradição no Tour e por ser um lugar muito
bonito e em que falam a nossa língua."
Lucas é um produto da escola brasileira de bodyboard e tem como referência Guilherme
Tâmega, por isso não espanta que aponte GT, de 42 anos, como o ídolo, mas é mais
abrangente nas suas preferências, citando dois franceses antigos campeões do Mundo e
um sul-africano:


"O Guilherme é o ídolo de todo o 'brazuca' por tudo o que já conquistou para o
Bodyboard brasileiro. Em estilo de surf, gosto muito do Amaury [Lavernhe], Pierre
[Louis Costes] e Jared Houston."


Lucas também sonha ser campeão do Mundo um dia. "Treino e tenho investido muito
nisso", diz, mas sempre vai dizendo que precisa de "suporte financeiro para poder
fazer o tour sem preocupações dessa ordem."


Este ano, na Praia Grande, entre 23 e 28 deste mês, veremos o que Lucas consegue
fazer uma vez numa prova que pode ser decisiva nas contas do Mundial.