NOTÍCIAS

Amaury candidato com Pierre e Uri debaixo de olho

Chegou a dormir na praia da primeira vez que veio competir à Praia Grande, mas já se
sagrou campeão mundial em Sintra (2010) e este ano chega a Portugal na luta pelo título.
Mas assume que a concorrência é muito forte.


- Quais as suas expectativas para o Sintra Portugal Pro 2014?
Gosto sempre muito de vir a Sintra. Adoro essa etapa e tenho muito boas recordações,
desde a primeira vez que competi aí e tive de dormir na praia por falta de meios, até ao
meu primeiro título mundial, em 2010.


- Acha que, este ano, consegue repetir a História e sagrar-se campeão mundial em
Sintra?


Com Pierre [Louis Costes] e Uri [ Valadão] na corrida é impossível garantir o título. Vai ser
uma competição muito intensa e vou fazer o meu melhor para estar preparado!


- A sua vida pessoal mudou muito nos últimos tempos com a mudança para as
Canárias, o casamento e o nascimento do seu filho. Que impacto teve tudo isto na
sua vida competitiva?


Sim, a minha vida mudou muito no último ano, mas tem sido muit positivo para mim.
Mudar-me para as Canárias tem sido muitp bom e estou muito entusiasmado com a
chegada do Inverno lá. A minha família dá-me muita energia e vão estar comigo em
Portugal este ano.


- É conhecido por ser um dos atletas do circuito que mais cultiva a forma física e o
lado atlético da modalidade. Que tipo de rotina leva a cabo para isso?


Tento apenas ser consistente no meu trabalho. Acredito em encontrar o equilíbrio em
todos os aspectos da minha vida e o treino físico é parte importante para isso.

 

- Uri Valadão é segundo na corrida pelo título. E ele venceu em Sintra três vezes. É a
sua maior ameaça?

 

Uri é um competidor incrível e pode vencer o título mundial com facilidade. Espero que
Sintra não seja a última competição do ano e que tenhamos a hipótese de surfar o
Frontón grande. Estaria bem mais confiante!