NOTÍCIAS

Catarina de Bronze no Sintra Pro de Pierre

12027578 1648784058671667 2009337785345599686 n Pierre Louis Costes foi o grande vencedor do Sintra Portugal Pro 2015, superando o sul-africano Iain Campbell. O francês, campeão mundial de 2011, somou hoje a sua terceira final em quatro anos, saindo vencedor em 2012 e finalista derrotado em 2013.

Desde aquela derrota na final de 2013 que nunca mais venci nenhuma etapa do Mundial, pelo que parecia que tinha aqui qualquer coisa mal resolvida e, finalmente, voltei aqui para vencer, congratulou-se Pierre Louis Costes, mostrando-se meio surpreendido com o triunfo na Praia Grande: Quase não tenho surfado aqui porque este Verão tenho viajado muito e quase não treinei cá este ano, mas, pelos vistos, foi melhor assim…”

Com estes resultados, e fruto das eliminações prematuras do francês Amaury Lavernhe, do brasileiro Uri Valadão e australiano Lewy Finnegan, Pierre Louis Costes e Iain Campbell dão um salto no ranking mundial da APB, com Iain a passar a segundo da lista e Pierre a terceiro, com duas etapas (Nazaré e Porto Rico) ainda por disputar.

Contas que emprestam novo ânimo a Pierre para o resto do circuito: Sem este resultado, não tinha hipóteses, mas agora não posso falhar nas próximas etapas para tentar ser campão mundial em Porto Rico.

Foi também um dia feliz para as cores nacionais, com Catarina Sousa a alcançar o terceiro lugar da competição feminina. Catarina perdeu com a japonesa Sari Ohhara nas meias-finais mas acabou por levar de vencida a campeã mundial Alexandra Rinder na final de consolação que apura o terceiro e quarto lugar.

O meu objectivo era um lugar no pódio pelo que consegui. Sabia que a Sari Ohhara era uma adversária muito difícil nas condições que tivemos hoje, com o mar a baixar muito mas estou satisfeita com este resultado. Agora é tentar estar na Nazaré, pois ainda não tenho garantido que consiga marcar presença no campeonato. Mas se conseguir, vou dar tudo por tudo para tentar um bom resultado.

Entretanto, a brasileira Jessica Becker vingou da melhor maneira a derrota na final do ano passado, frente à compatriota Isabela Sousa, e bateu Sari Ohhara para o título feminino da prova.

Na competição de Dropknee, o havaiano Dave Hubbard confirmou as expectativas que vinha a semear desde o primeiro dia, vencendo nas meias-finais o peruano César Bauer e, na final, Martin Mouradian, conquistando o seu sétimo título mundial da especialidade.

Finalmente, no Pro Junior, o brasileiro David Barbosa venceu o compatriota Matheus Bastos.

E, de facto, a Nazaré arranca na próxima terça-feira (29 Setembro a 4 de Outubro), na Praia do Norte, numa etapa que decidirá a campeão mundial de bodyboard feminino.